Receita de Lembas

Receita escrita por Helen "Elfa" Sousa, que mesmo fora do país é membro sempre presente na Toca!

--

Gostaria de advertir que na época que fiz essas lembas, eu não estava com a mentalidade que estou hoje. Não me sinto confortável em indicar uma receita com ingredientes de origem animal, pois não quero incentivar o consumo dos mesmos. Então tentarei o mais rápido possível fazer umas lembas veganas para passar a receita a vocês. Existem algumas se googlarmos, porém não gosto de passar receita que não testei empiricamente. No entanto, deixarei entre parênteses os substitutos de origem vegetal, e garanto que a receita ficará igual ou mais gostosa se você tentar!

As Lembas que fiz para o Encontrão da Toca Bahia de 2013, com a Ajuda de Fernanda Teles, foi feita assim:

INGREDIENTES

  • 3 ovos
  • 1 xícara de mel
  • Raspas de casca de laranja
  • 1 xícara de amêndoa (pode ser castanha ou nozes também, ou um pouco de tudo)
  • 4 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 2 xícaras de farinha de trigo com fermento
  • 1 xícara de aveia (se não quiser, pode colocar mais uma xícara de farinha de trigo no lugar)
  • Folhas do seu agrado para embrulhar as lembinhas, e barbante ou fitinhas para amarras as folhinhas.

INGREDIENTES SUBSTITUTOS PARA LEMBAS VEGANA

Ovo: cada ovo pode ser substituído por 1 colher de sopa de semente de chia ou de linhaça. Para cada colher de sopa de semente, 3 colheres de sopa de água. você pode bater no liquidificador, ou então deixar descansando 20 minutos e dar uma mexida, vai ficar tipo um gelzinho (é uma opção legal para deixar as lembas com uma cara melhor, devido as sementinhas inteiras).

Mel: melado de cana (é até mais barato!), óleo de coco ou geleia de sua preferência. mesma quantidade!

Manteiga: azeite, óleos ou margarina. mesma quantidade.

MODO DE PREPARO

  1. Coloque a trilha sonora das cenas élficas para tocar.
  2. Ligue o forno em fogo médio, para que esteja pré aquecido quando chegar a hora de colocar as Lembas.
  3. Bata as amêndos. Se seu liquidificador aguentar, use-o. Bata as amêndoas até que estejam pedacinhos pequenos.  Amêndoas são duras, cuidado para não quebrar seu liquidificador! Se forem castanhas ou nozes, será mais fácil. Eu usei apenas amêndoas. Para quebrá-las, usei um pilão, como uma boa baiana. Ficaram pedacinhos maiores e menores, mas assim é bom! Advertência: cansa.
  4. Raspe a casca de laranja. Pode colocar muito mesmo, porque o gosto some se colocar um pouquinho. Vá sem medo, se aplique na casca de laranja. Acabei usando casca de 3 laranjas. Faz um suquinho depois e bebe! Importante que sejam raspas e não pedaços, pois como vai ao forno, se os pedaços da casca estiverem grandes, vai queimar e ficar com gosto ruim.
  5. Mexa os ovos: Em uma xícara ou potinho, coloque os ovos. Misture com um garfo até ficar homogêneo, amarelo clarinho (se forem as sementes, não precisa fazer nada, além do já citado).
  6. Misture os ingredientes secos:  Em um recipiente, coloque todos os ingredientes "secos", ou seja, a farinha de trigo e aveia, as amêndoas e as raspas de laranja e mexa até misturar tudo. Faça um buraco no meio e adicione os ovos (ou substituto), o mel (ou substituto) e a manteiga (ou substituto). Misture tudo até ficar uma massa que lembra massa de pão. Ela tem que ficar descolando do recipiente, apesar de ainda um pouco pegajosa.  Se tiver muito pegajoso, adicione mais um pouco de farinha e mexa até dar o ponto.

lembras_massa

  1. Abra a massa: O próximo passo é achar uma superfície limpa, colocar um pouco de farinha nela, e "abrir" a massa. Amasse a massa com um rolo ou com as mãos até ficar com um dedo de altura. Com uma faca grande e afiada (peixeira), corte em quadradinhos de 4X4 dedos. Repita até acabar a massa.
  2. Toque final: Faça com a faca uma pressão  transversal de uma ponta a outra do quadrado, para formar uma "dobrinha".
  3. Coloque para assar: Coloque em uma bandeja forrada com papel manteiga, ou untada, com afastamento de 2 dedos entre eles.  Coloque no forno e eu não sei quanto tempo leva. Forno é um bichinho muito genioso, que varia muito de casa para casa. Tente colocar as lembas para assar não muito perto do fogo, porque se não vai assar mais em baixo que em cima. Deixe uns 20 a 25 minutos, e abra para ver. Faça o teste do palito ou ponta de faca: enfia em uma das lembas, se quando tirar estiver "sequinho", está bom. É melhor cozinhar mais do que menos, antes crocante do que crua, né? Vai no bom senso e no olhômetro.

36504_3116552690213_222949856_n

FOLHINHAS PARA ENROLAR

Enquanto estiver assando, prepare as folhas que você vai embalar as lembas. Se você for comer no mesmo dia, em pouco tempo, pode usar folhas de couve. Se for demorar, não use, porque fica com gosto ruim, e murcha, é horrível.  Eu usei papel de guardanapo verde escuros que encontrei em loja de festa, pois só iria servir as lembas na noite do dia seguinte. Quando estiver pronta, tire do forno e deixe esfriando. Então embale as lembinhas. Com o guardanapo nós abrimos a folhinha, colocamos as lembas no centro, fechamos as pontas como se fosse um envelopinho e amarramos com uma fitinha, parecendo um pacotinho de presente.

bem-casados

Pronto! vocês tem seu pão élfico, que uma mordida apenas pode saciar um homem adulto. 😀

Quaresmal Tolkien #40

Enquanto, nesta data, Salvador-Ba comemora seus 466 anos, eu comemoro termos chegado ao final do Quaresmal Tolkien, afinal manter uma postagem diária por quarenta dias parece pouco mas não foi fácil conciliar com a atividade cotidiana. Ainda ficou muita coisa que seria interessante ter mostrado aqui, o que é bom pois temos material para uma segunda temporada futuramente. Deste

quaresmal fica também a sensação de dever cumprido, logo espero que ter sido satisfatório ao leitor-ouvinte.

blind guardian

A banda de hoje canta "cega" à escuridão que se abateu sobre a Terra-Média quando Morgoth e Ungoliant destruíram Laurelin (dourada) e Telperion (prateada), as duas árvores que iluminavam o mundo. Este tema também pode ser visto no QT#19, cantado por Cruachan, da Irlanda.

Blind Guardian, da Alemanha, formou-se em 1984 e está em plena atividade, sendo, pelo menos aqui na Toca da Bahia, uma das bandas mais conhecidas por seu trabalho inspirado na obra de Tolkien. Contabiliza catorze álbuns entre estúdio, shows e coletâneas.

Nightfall, está no sexto álbum de estúdio da banda, Nightfall in Middle-Earth, de 1998. As Silmarils eram três gemas sagradas criadas pelo elfo Feänor, as quais continham as luzes das Duas Árvores, e Nightfall cita o juramento deste elfo de vingar seu pai, este assassinado por Melkor para lhe roubar as Silmarils após a destruição de Telperion e Laurelin. Neste juramento, Feänor confere pela primeira vez a Melkor o título de Morgoth (o Sinistro Inimigo do Mundo), além de desafiar os Valar. Estes feitos tornaram Feänor o mais renomado dos Noldor mas também o que lhes trouxe maior infelicidade, custando-lhe, e a seus sete filhos que também fizeram o juramento, serem condenados por Mandos (Vala responsável por acolher e julgar os espíritos dos elfos, citado também no QT#23) a permanecerem em seu palácio até o fim dos tempos.

Letra:

Nightfall

No sign of life did flicker
In floods of tears she cried
"All hope's lost it can't be undone
They're wasted and gone"

"Save me your speeches
I know what you want
(They blinded us all)
You will take it away from me
Take it and I know for sure
The light she once brought in
Is gone forever more"

Like sorrowful seagulls they sang
"(We're) lost in the deep shades
The misty cloud brought
(A wailing when beauty was gone
Come take a look at the sky)
Monstrous it covered the shore
Fearful into the unknown"
Quietly it crept in new horror
Insanity reigned
It spilled the first blood
When the old king was slain

Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Immortal land lies down in agony

"How long shall we mourn in the dark
The bliss and the beauty will not return
Say farewell to sadness and grief
Though long and hard the road may be"
But even in silence I heard the words
"An oath we shall swear by the name of the one
Until the world's end
It can't be broken"

Just wondering how
I can still hear these voices inside

The doom of the Noldor drew near

The words of a banished king
"I swear revenge"
Filled with anger aflamed our hearts
Full of hate full of pride
We screamed for revenge

Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Immortal land lies down in agony

"Vala he is that's what you said
Then your oath's been sworn in vain
(But) freely you came and
You freely shall depart
(So) never trust the northern winds
Never turn your back on friends"

"Oh I'm heir of the high lord!
"You better don't trust him"
The enemy of mine
Isn't he of your kind and
Finally you may follow me
Farewell, he said

Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Immortal land lies down in agony

Back to where it all began
Back to where it all began

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #39

nightwish

Penúltimo dia de quaresmal e hoje temos Nightwish. Da Finlândia, também já passou por aqui a Hin Onde, no QT#16, cantando sobre Tom Bombadil. Nightwish formou-se em 1996 e – não seria preciso informar  – está em plena atividade.

A música na sequência, Elvenpath, é praticamente a música de abertura da banda, é a primeira faixa do primeiro álbum de estúdio (de um total de oito), de 1997, Angels Fall First. A letra cita elfos, anões, Bilbo e encerra com a criação do Um Anel, elemento central na guerra do final da Terceira Era na Terra-Média.

Letra:

Elvenpath

(In the sheltering shade of the forest
Calling coming in silence
Accompanied only by the full moon
Howling of a night wolf
And the path under my bare feet...
...The Elvenpath)

Hearing music from the deepest forest
Songs as a seduction of sirens
The elf-folk is calling me

Tapio, Bear-king, Ruler of the forest
Mielikki, Bluecloak, Healer of the ill and sad
Open the gate and let me follow the uncarven path

The way to the lands
Where as a hero I stand
The path where Beauty meet the Beast
Elvenpath
It's the honesty of these worlds
Ruled by magic and mighty swords
That makes my soul long for the past
Elvenpath

The moonwitch took me to a ride on a broomstick
Introduced me to her old friend home gnome
Told me to keep the sauna warm for him

At the grove I met the rest - the folk of my fantasies
Bilbo, Sparhawk, goblins and pixies
Snowman, Willow, trolls and the seven dwarves
The path goes forever on

The way to the lands
Where as a hero I stand
The path where Beauty meet the Beast
Elvenpath
It's the honesty of these worlds
Ruled by magic and mighty swords
That makes my soul long for the past
Elvenpath

("Long ago, in the early years of the Second
Age the great Elven-smiths forged rings of
power.")

As I return to my room
And as sleep takes me by my hand
Madrigals from the woods
Carry me to neverland
In this spellbound night
The world's an elvish sight
In this spellbound night
The world's an elvish sight

("But then the Dark Lord learned the craft of
ring-making, and made the Master Ring.")

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #38

rick wakeman

Provavelmente o músico com a discografia mais extensa dessa quaresmal, Rick Wakeman, natural da Inglaterra, ex-tecladista do YES, iniciou sua carreira em 1970, já produziu mais de 90 álbuns entre lançamentos, compilações, trabalhos solo ou em formação de banda e ainda está em atividade.

A música de hoje, The Shire, está no álbum Songs Of Middle Earth (Inspired By The Lord Of The Rings), de 2002, um ano depois da estreia do primeiro filme d'O Senhor Dos Anéis. Nos anos 1970, Wakeman já havia produzido álbuns com temática dedicada a obras literárias, como Viagem ao Centro da Terra, de Júlio Verne, em

1974, e Os Mitos e Lendas do Rei

Arthur e os Cavaleiros da Távola

Redonda, em 1975.

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #37

STYX

Não por coincidência, essa banda tinha de vir depois de apresentarmos Led Zeppelin no QT#34, STYX foi formada em 1972 nos Estados Unidos e uma de suas influências foi certamente o quarteto do dirigível. Talvez por conta disso, nove anos depois de Ramble On, STYX também resolveu dar uma contribuição para o universo tolkieniano.

A música a seguir chama-se Lords of the Ring e está no álbum Pieces of Eight, de 1978. Canta a importância de contar uma história, nesse caso a lenda do anel, seu poder e glória, mesmo quando os homens tomam consciência de que não se passa de uma fantasia. Praticamente a essência musicada do que é o Conselho Branco e as Tocas, estou quase me arrependendo de não tê-la colocado como final apoteótico do quaresmal.

Letra:

Lords of the Ring

All hail to the Lords of the Ring
To the magic and mystery they bring
To the music in their story
All hail to the Lords of the Ring
To the magic and mystery they bring
To the lands of ancient glory

In the year of the Lords
The message came from above
The heavens opened with their mighty sound
that shook the people in the town
And so we came from everywhere
The young and old the rich and poor
To hear the legend of the magic ring
and of the powers it could bring, they sing

All hail to the Lords of the Ring
To the magic and mystery they bring
To the music in their story
All hail to the Lords of the Ring
To the magic and mystery it brings
May we someday wear its glory

And now the message is clear
For I became a Lord this year
And though the legend was pure fantasy
We still need the hope it brings, so let's sing

All hail to the Lords of the Ring
To believe is a wondrous thing
May we always sing their glory
All hail to the Lords of the Ring
To the magic and mystery they bring
To the promise of their story

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #36

Conterrânea da banda Valkyrie, apresentada no QT#26, também dos Países Baixos, Omnia surge no ano de 1996, com instrumentos tão pouco tradicionais tanto seu figurino, mantém-se em atividade desde então, tendo lançado pelo menos oito álbuns até agora.

omnia

Não foi intencional ter colocado uma música interpretada por Christopher Lee ontem e ter um exército de orcs saudando Saruman hoje, mas qualquer um acreditaria se eu dissesse que foi. A música Get The Halfling está no álbum OMNIA "3", de 2003. Aparentemente trata-se da Última Marcha dos Ents sobre Isengard e os halflings mencionados seriam os hobbits Merry e Pippin. Saruman perece com seu exército divido sob o ataque conjunto dos Ents em Isengard e dos rohirrim aos portões de Minas Tirith.

Letra:

Get The Halfling!

(Innocent little halfling girl) Mellon! Mellon!

(Badass Uruk-Hai commander) Fucking halflings! Whom do you serve?!
(Uruk-Hai stormtrooper squad) SARUMAN!!

Get the halfling!
Saruman! Saruman!

Fuck you, Gandalf!
Saruman! Saruman!

Burn the trees down!
Saruman! Saruman!

Get the halfling!
Saruman! Saruman!

Get the halfling!
Fuck you, Gandalf!
Burn the trees down!
Get the halfling!

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #35

Já tivemos aqui outro grupo da Dinamarca no QT#03, mas este de agora tem um trabalho mais específico, dedicado a interpretar todos os poemas e músicas encontrados pela obra de Tolkien: The Tolkien Ensemble, aqui apresentado com a participação de ninguém menos que Saruman, também conhecido como Christopher Lee.

The Tolkien Ensemble & Christopher Lee

The Tolkien Ensemble, em atividade desde 1995, lançou 5 álbuns até o momento. A música The Old Walking Song (I), – sugestão do nosso coordenador cultural Ricardo Almeida, ela é uma canção que aparece no livro O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel, – está no álbum At Dawn In Rivendell, de 2002, o terceiro do grupo, que firmaria parceria com Lee para mais um álbum além deste.

Letra:

The Old Walking Song (I)

The

Road goes ever on and on
Down from the door where it began.
Now far

ahead the Road has gone,
And I must follow, if I can,
Pursuing it with eager feet,
Until it joins some larger way
Where many paths and errands meet.
And whither then? I cannot say.

The Road goes ever on and on
Down from the door where it began.
Now far ahead the Road has gone,
And I must follow, if I can,
Pursuing it with eager feet,
Until it joins some larger way
Where many paths and errands meet.
And whither then? I cannot say.

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #34

Led Zeppelin

Led Zeppelin, surgiu na Inglaterra e ficou ativa durante 1968 e 1980, tendo se reunido várias vezes posteriormente, ainda hoje arrasta muitos fãs pelo mundo todo – outro trabalho desnecessário apresentá-los!

Música Ramble On, do álbum Led Zeppelin II, de 1969. Fico imaginando o que seria da autoestima de um cara que conheceu uma garota em Mordor – uma orc? oO ,– a achou atraente e depois a descobre fugindo com Gollum, um trecho de letra digno de ser cantado por Reginaldo Rossi [R.I.P.].

Letra:

Ramble On

Leaves are falling all around, it's time I was on my way
Thanks to you, I'm much obliged
For such a pleasant stay, but now it's time for me to go
The autumn moon lights my way

For now I smell the rain
And with it pain, and it's headed my way
Sometimes I grow so tired
But I know I've got one thing I got to do

Ramble on and now's the time, the time is now, to sing my song
I'm going around the world, I got to find my girl, on my way
I've been this way ten years to the day ramble on
Gotta find the queen of all my dreams

Got no time to for spreading roots
The time has come to be gone
And to our health we drank a thousand times
It's time to ramble on

Ramble on and now's the time, the time is now, to sing my song
I'm going around the world, I got to find my girl, on my way
I've been this way ten years to the day ramble on
Gotta find the queen of all my dreams

Mine's a tale that can't be told, my freedom I hold dear
How years ago in days of old when magic filled the air
T'was in the darkest depths of Mordor, I met a girl so fair
But Gollum, and the evil one crept up and slipped away with her, her, her, yeah

Ramble on and now's

the time, the time is now, to sing my song
I'm going around the world, I got to find my girl, on my way
I've been this way ten years to the day ramble on
Gotta find the queen of all my dreams

Gonna ramble on, sing my song, gotta keep-a-searching for my baby
Gonna work my way, around the world
I can't stop this feeling in my heart, gotta keep-a-searching for my baby
I can't find my bluebird

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #33

rush

Com certeza, essa banda está entre as maiores expressões do seu gênero, apresentar seu trabalho seria ou muito extenso ou bastante incompleto, neste caso me isento dessa responsabilidade uma vez que há muita informação fácil pela internet.

Desde 1968, naturais do Canadá: Rush.

Música: The Necromancer, do álbum Caress of Steel, 1975.

Essa música seria inspirada na Terra-Média já que Necromante é um dos títulos de Sauron, porém há quem interprete essa letra como a história da trajetória da banda que surgiu em Willowdale (subúrbio de Toronto). O necromante representaria o interesse das grandes produtoras em deixar a música dos três viajantes de mais comercial, porém By-Tor, tão fiel quanto os fãs da banda, surge para ajudá-los a derrotar essa grande ameaça.

Letra:

The Necromancer

I. Into The Darkness
"As grey traces of dawn tinge the eastern sky,
the three travelers, men of Willowdale,
emerge from the forest shadow.
Fording the River Dawn, they turn south, journeying
into the dark and forbidding lands of the Necromancer.
Even now the intensity of his dread power can be felt,
weakening the body and saddening the heart.
Ultimately they will become empty, mindless spectres;
stripped of will and soul,
only their thirst for freedom
gives them hunger for vengeance..."

Silence shrouds the forest
As the birds announce the dawn
Three travellers ford the river
And southward journey on
The road is lined with peril
The air is charged with fear
The shadow of his nearness
Weighs like iron tears

II. Under The Shadow
"Shreds of black cloud loom in overcast skies.
The Necromancer keeps watch with his magic prism eyes.
He views all his lands and is already aware
of the three helpless invaders trapped in his lair..."

Brooding in the tower
Watching o'er his land
Holding ev'ry creature
Helplessly they stand
Gaze into his prisms
Knowing they are near
Lead them to the dungeons
Spectres numb with fear
They bow defeated

III. Return Of The Prince
"Enter the Champion.
Prince By-Tor appears to battle for freedom
from chains of long years.
The spell has been broken; the Dark Lands are bright.
The Wraith of the Necromancer soars away in the night."

Stealthily attacking
By-Tor slays his foe
The men are free to run now
From labyrinths below
The Wraith of Necromancer
Shadows through the sky
Another land to darken
With evil prism eye

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #32

Até o QT#31, tivemos a intenção de mostrar como grupos musicais de todos os cantos do mundo já se inspiraram na obra de Tolkien para suas composições, por isso cada dia foi apresentado um grupo de um país diferente, dando prioridade também para alguns – não todos – pouco conhecidos, ao menos pelas bandas de cá da Bahia. Dado como cumprida essa missão, esses últimos nove QTs mostrarão trabalhos mais conhecidos ou repetirão países que já foram representados nalgum dos 31 dias anteriores e este é o caso de hoje em que voltamos a um representante do Brasil – a outra banda brasileira já apresentada foi Lothlöryen no QT#09.

meninos do morumbi

Os Meninos do Morumbi é uma associação fundada em 1996 pelo músico Flavio Pimenta, que através desta iniciativa propõe agregar valores e cultura aos jovens tendo como ferramenta o ensino da música, aulas de idiomas e outras atividades.

A música de hoje chama-se Namariê, ela está no álbum Os Meninos do Morumbi, de 2006. Como já mencionado no QT#13, em que foi apresentado um poema homônimo escrito por Tolkien (Namarië), esta palavra, do quenya, é uma expressão de cumprimento, a qual Pimenta aproximou para a cultura brasileira como "axé".

À primeira vista, a letra da música me fez acreditar ser escrita nalguma língua de matriz africana e pela forma como é entoada, e ao som dos tambores, talvez essa tenha sido mesmo a sua intenção. Em seguida, e não sei por que, suspeitei acertadamente que fosse uma língua tolkieniana, dei uma pesquisada nos manuais do Curso de Quenya, mas como ninguém aprende uma língua em uma hora, só traduzi parcamente a primeira linha da música: "yula nabi namariê", "comida sempre cai bem" – espero que o autor se ressinta desta tradução horrível e entre em contato comigo, pois não consegui falar com ele e uma entrevista com um músico que escreve em quenya não é sempre que a gente consegue. =D

Letra:

Namariê (Axé Novo)

Namariê, yula nabi namariê,
yula nabi namariê, yula nabi namariê,
namariê, namariê, namariê yula nabi
Namariê (bis 2x)
Tikalama, tikalama, tikalama,
Tikalama, tikalama tikalamati
Tikalama... Tikalama...
Tikalama

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.