Quaresmal Tolkien #11

Sam Gopal é um percussionista nascido na Malásia, mudou-se para Londres para estudar e lá, ao longo dos anos, formou e desfez alguns grupos musicais nos quais sempre tocou tabla, seu instrumento principal desde os sete anos de idade.

O curioso é que geralmente, nas formações de banda, ou esta possui um nome imparcial a todos os membros ou se leva à frente o nome do cantor, sei que isso não é uma regra, mas quando encontramos uma banda em que o percussionista (o cara que fica lá atrás) é quem nomeia a banda, o fato torna-se digno de nota. À propósito, Sam Gopal é o camarada que está atrás nesta foto abaixo, o segundo da esquerda para a direita.

sam-gopal

A música seguinte, The Dark Lord, está no álbum chamado Escalator, de 1968. A formação que originou esse disco, o Sam Gopal's Dreams, esteve em atividade entre 1966 e 1970.

Letra:

The Dark Lord

Black rains across the sky bring the nightfall
Winds wide around the stars blackriders call
Light fading, Times wasting
Hells waiting for the dark lord

Towers leading glowing red eyes in their walls
Watching the roads that lead to their downfall
Ice splashing, Rain lashing
Death in the name of the dark lord

Doom stands astride the plains watched by the eye
Lit by the dying rain from the dead sky
Gas warming, Smoke coming
Ruining the name of the dark lord

Tunnels of darkness yearn the moment draws night
Too late the black rains beat, too late to cry
Death flying, Light dying
Tearing the veil of the dark lord

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #10

Nas músicas anteriores já foram citados homens, elfos, anões, hobbits e magos. Lost In The Forest, a música de hoje, é a que mais chega perto de citar um ent, até o momento. Aparentemente é um ent malvado, mas o que vale é a participação na letra da música.

1362048810mzd

A banda chama-se SpellBlast, oriunda da Itália, formou-se em 1999. As principais referências para suas músicas são contos épicos, histórias relacionadas ao território e panteão nórdicos e fantasia medieval. Atualmente a banda possui três discos e Lost In The Forest está presente no primeiro: Horns of Silence (2007) e em Ray Of Time, demo de 2004.

Letra:

Lost In The Forest

Take my hand my old friend
Today we'll face
The wrath of the darkness
We must go, we have to leave now
Before the sun appears in the sky

We must pass through the old forest
Obscure woods, treacherous mists
The only way to deceive
The wicked enemy we all fear

Don't look back
To the Iron Gate
Don't look forth
To predict our fate
Don't be afraid of the old tales
Keep an eye on the evil trees

From this terrible place
We've no chance to escape
Is this your last word?
Oh no we're done we're

Lost, lost in the forest
We're feeling so strange
Lost, lost in the forest
We're lost in the dark
And there's no way out...

Beyond the clearing
there's no tomorrow
Along the path
Lies grief and sorrow
Guided by a low whispering
The meandering banks
Of the river we follow

As we approach to the old willow
We feel surrounded
By a sense of torpor
Devoid of strength
We resigned ourselves
We closed our eyes:
Dreams of sleeps and Water...

The Old-Man-Tree comes upon thee
Nodulous arms are crawling on me
His dreadful jaws open wide...
Oh no, we're trapped inside!

Do you see the light?
Sun's shining bright
We are free from the willow
The old man with his song
Have released thee from the hollow

From the grey Old-Man-Tree
We've escaped, we're free
We are free
The nightmare is done
The suffer is gone
Now we can go
Oh yeah we're safe, we're
Free, free from the forest
We're feeling so bright

Free, free from the forest
We're feeling so bright
Free, free from the forest
We're free from the dark
Now we can, we can, we can go forth

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #09

Recapitulando, já tivemos representantes da Argentina (QT#01), EUA (#02 e #04), Inglaterra (#02), Dinamarca (#03), Noruega (#04), Grécia (#05), Belarus (#06), Rússia (#07) e Espanha (#08). Mas antes tarde do que nunca, hoje vamos de Brasil! A sugestão é de Helen "Elfa", aqui da TOCA-BA.

banda_066

Lothlórien é a floresta dos elfos, assim chamada durante a Terceira Era, significa "Flor de Lórien" ou, como Lórien significa "Terra dos Sonhos", "Flor da Terra dos Sonhos". Durante a Primeira Era, a floresta era conhecida como Lindórinand, "Vale da Terra dos Cantores" – então agora faz todo sentindo colocar esse nome numa banda!

Lothlöryen (grafada diferente) – que apesar de ser mineira tem nome de elfo e não de anão, – surgiu em 2002 e até então já lançou 3 álbuns. Talvez seja a banda brasileira com mais canções inspiradas na obra de Tolkien. A música a seguir, Hobbits' Song, encontra-se no segundo álbum da banda: Some Ways Back No More (2008).

Letra:

Hobbits' Song

As little shadows dancing
They come lost from somewhere in my memories
Dressing insanity and drinking fantasies
They come

They come to bring back my dreams
There and back again they tell their histories
They teach to me to smile
Secrets from other side beyond

If I just seek my way
A new sun for my day
And you don't understand my will
So you must hear this hobbits' song
That Bilbo teach to me

I'm a Hobbit and now I will sing my song
Just like a Hobbit - Oooooohhhhhhh
I'm a Hobbit and dance with my soul
Cause real Hobbits live for Rock n'Roll

Hobbits: "We live for your chances
To see this freedom light
But we need you understand
That someways back no More

Don't think we're fairytales
Just know - Dreams is not for sale
So find your own ring
Seek for yourself
And the dark sense of wisdom
Will shine into your mind"

I'm a Hobbit and now I will sing my song
Just like a Hobbit - Oooooohhhhhhh
I'm a Hobbit and dance with my soul
Cause real Hobbits live for Rock n'Roll

And tales of thousand years
Bring back all my wisdom
While tunes of thousand
dreams teach me this song

Of Hobbits, elves and rings
In my mental kingdom
Build with thousand
Bricks of mistic hope

I'm a Hobbit and now I will sing my song
Just like a Hobbit - Oooooohhhhhhh
I'm a Hobbit and dance with my soul
Cause real Hobbits live for Rock n'Roll
Real rockers sing this Hobbits' Song
Real Hobbits live for Rock n'Roll

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #08

Hoje é dia de reggae no QT! Pra quem achava que só orquestras e bandas de rock faziam músicas sobre a Terra Media, aí vai um tapa na cara – a la meme Batman e Robin.

agua bendita-01

Agua Bendita é uma banda espanhola, formada em 1990 e, em verdade, pelo conjunto da obra, eles se rotulavam punk-ska. Digo rotulavam porque não sei se estão mais ativos, a última atividade que encontrei no facebook e myspace foi em 2011. Em 1999 alguns dos seus integrantes formaram outra banda, a Moussa & the Latin Reggae Band, mas em 2010 voltaram a lançar um disco sob o nome de Agua Bendita.

A música apresentada hoje se chama El Señor De Los Anillos, do álbum Gente Que Camina (1996), um super resumo da obra, como o próprio nome sugere. Não sei se por conta do idioma mas não consigo levar essa música a sério, o refrão "Oooooh Mithrandir" me soa muito jocoso. E aproveitando o gancho, Mithrandir é o nome de Gandalf em sindarin, significa "peregrino cinzento".

Letra:

El Señor De Los Anillos

Un anillo para gobernarlos a todos, un anillo para encontrarlos a todos y atarlos en las tinieblas.

Frodo Bolsón escapó de La Comarca,
Con Pippin y Merry y su amigo Samsagaz.
Huyendo de los jinetes negros,
Pasaron por Bree y encontraron a Trancos.
Se dirigían al bar de Rivendell,
Donde estaba herido y hasta allí fueron con él.
Llegaron a la casa de Élrond,
Ahí encontraron a Gandalf el Gris.
A Bilbo Bolsón, a Legolas el elfo,
A Gimli el enano y a Boromir.
Estaban todos...

Mithrandir, siempre Mithrandir25
Oh Mithrandir, siempre Mithrandir

La compañía se disolvió,
Cuando llegaron a los campos de Rohan.
Frodo Bolsón se dirigió,
A los Emyn Muil con su amigo Samsagaz.
Pippin y Merry fueron capturados,
Boromir murió por salvar a los medianos.
Trancos, Gimli y Legolas el elfo,
Fueron a Fangorn siguiendo los rastros.
Allí encontraron de nuevo a Mithrandir,
Desaparecido en Moria, aparece en Fangorn.

Oh Mithrandir, siempre Mithrandir
Oh Mithrandir, siempre Mithrandir

Fueron a Édoras para hablar con el rey,
Le sacaron de su tumba y se fueron a Isengard.
Para destruir a Saruman,
Le rompieron el bastón.
Y de allí todos a Gondor... Uooh, uooh

Y hasta aquí ya llegó el señor Frodo Bolsón. x2

Con su amigo Samsagaz,
Encontraron a Gollum.
Que les condujo al interior de Mordor,
Por un camino equivocado.
Allí encontraron a Ella-Laraña,
Y Frodo Bolsón fue capturado.
Maese Samsagaz tuvo que ir a rescatarlo,
Y consiguieron escapar.
Para dirigirse hacia el Monte del Destino,
Donde encontraron a Gollum otra vez.
En un despiste Gollum mordió a Frodo,
Le arrancó el anillo con el dedo y todo. Aay, Aay.
Empezó a saltar y a bailar de ilusión,
Cuando resbaló, tropezó con una piedra
Y cayó por la Grieta del Destino.

Oh Mithrandir, siempre Mithrandir
Oh Mithrandir, siempre Mithrandir
Oh Mithrandir, siempre Mithrandir
Oh Mithrandir, siempre Mithrandir

Pippin y Merry

Por la Grieta del Destino se cayó... por la Grieta del Destino

Como un traidor... x4

Oh Mithrandir

Peregrino Gris... siempre estás a mi lado cuando te necesito

Oh Mithrandir, siempre Mithrandir

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #07

No mundo de Tolkien, talvez a mulher (elfa) de maiores virtudes seja Galadriel, citada como "a mais poderosa e mais bela de todos os elfos que permaneceram na Terra média", possuía "a capacidade de perscrutar a mente dos outros e julgá-los de forma justa", liderou a rebelião dos Noldor e a fuga de Valinor sendo a "única mulher que se mostrou à altura naqueles dias".

caprice_band-01

Apesar de citar a bravura da elfa, é sua serenidade que transparece através da canção da banda russa Caprice, formada em 1996: Galadriel's Song, do álbum Elvenmusic 2: The Evening Of Iluvatar's Children (2003); na voz de Inna Brejestovskaya.

Uma peculiaridade desta banda é que eles criaram um idioma das fadas próprio para suas músicas, o Laoris. Falando em fadas, existe um livro de Tolkien que discorre sobre sua forma de descrever os elfos e a proximidade desta com a forma como se descrevem as fadas nos contos antigos, chama-se Sobre Histórias De Fadas, o qual ainda não terminei de ler mas até onde li é muito interessante, não só da perspectiva da fantasia tolkieniana mas também do conto popular e mitológico, sobretudo europeus, recomendo.

Letra:

Galadriel's Song

I sang of leaves, of leaves of gold, and leaves of gold there grew:
Of wind I sang, a wind there came and in the branches blew.
Beyond the Sun, beyond the Moon, the foam was on the Sea.
And by the strand of Ilmarin there grew a golden Tree.

Beneath the star of Ever-eve in Eldamar it shone,
In Eldamar beside the walls of Elven Tirion.
There long the golden leaves have grown upon the branching years,
While here beyonf the Sundering Seas now fall the Elven-tears.

O Lórien! The Winter comes, the bare and leafless Day;
The leaves are falling in the stream, the River flows away.
O Lórien! Too long I have dwelt upon this Hither Shore
And in a fading crown have twined the golden elanor.

But if of ships I now should sing, what ship would come to me,
What ship would bear me ever back across so wide a Sea?

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #06

23 de fevereiro era o último dia do ano no calendário romano, quando se celebrava o Festival da Terminália, onde se abençoavam os limites e finais das coisas (não estranhem, romanos cultuavam de tudo), mas por aqui, é o sexto dia, estamos só começando. Se você quiser comemorar – arranjar uma desculpa qualquer para beber numa segunda-feira – chame seu vizinho e ponha uma pedra em cima do muro (limite) da casa de vocês, decore-a com flores, ofereça um cordeiro, mel e um vinho e, enquanto comem, cantem juntos a canção a seguir – sim, vocês irão cantar para uma pedra!

Forodwaith

Antes, da música, tenho que apresentar a banda, certo? Chama-se Forodwaith. Originada no Belarus, leste europeu, formou-se em 2006 por amigos do colégio que tinham as mesmas afinidades musicais e o mesmo bom gosto por Tolkien. O perfil da banda no Facebook tem algumas letras de músicas recheadas com temas da Terra Média, posso citar como exemplo o nome do primeiro demo da banda: Nazgul Attack, de 2007.

A palavra Forodwaith, numa tradução do sindarin, seria algo como "Resto do Norte" (Northern Waste), um lugar muito frio, cem léguas ao norte do Condado.

A música a seguir, chama-se Stone Guardian, do álbum Nirnaeth Arnediad (2012), foi escolhida especificamente para combinar com a historinha do primeiro parágrafo, sem mais. E falando nele, se alguém decidir cantar mesmo, prepare o gutural.

Letra:

Stone Guardian

With a silent haughty grandeur
Stone giant rises above the earth.
He has flown through storms of ages
Since that time the world has changed its face.

Times of Middle-Earth has end
Nothing else to expect
Sepulchral shroud has covered world!
Eternal darkness rules
In the ashes of formless ruins
Who will feel sorry for the lost

He stands in silence waiting for his time
On the joint of the epochs, in the dark of night.
He will leave the last this world of the eternal grief
Just like he was the first to enter it!

He was great and dire in one time
No one knew where’s his power’s range.
Blood of enemies was his wine.
But the curse of Ring has sentenced him…

Times of Middle-Earth has end
Nothing else to expect
Sepulchral shroud has covered world!
Eternal darkness rules
In the ashes of formless ruins
Who will feel sorry for the lost?

He stands in silence waiting for his time
On joint of the epochs, in the dark of night.
He will leave the last this world of the eternal grief
Just like he was the first to enter it!

Stone Guardian! Era of Heroes has end!
Stone Guardian! Wheels of time never stop!
Stone Guardian! Stay under the endless sky!
Stone Guardian! Till Mandos will cut off thread of your life!

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #05

Elwing, também conhecida como Elwing the White, esposa de Eärendil e mãe de Elrond e Elros é a primeira meio-elfa que teve de decidir entre tornar-se humana ou elfa, mas independente de sua escolha, no fim das contas acaba virando um pássaro – isso foi um spoiler? Foi mal. – N'O Silmarillion pode-se aventurar mais por sua história, recomendo a leitura.

12253_photo

Elwing é uma banda grega e surgiu por volta do ano 2000, logo no início chamava-se Merlin, mas em 2001 eles trocaram para o nome da elfa-humana-pássaro e assim permanece até o hoje. A música escolhida chama-se Blood On My Hands, do álbum War, de 2005.

Letra:

Blood on My Hands

We came to rule,we came to kill
The glory now is our belonging
We've left the fear apart again
In dark our fate was calling

"Another holy war" you said
Your sword I hold and cry
My friend now rests upon the fire
Rising up to darkened sky

And my quest for glory now it ends
Every war I yearned for promised lands
When I'll walk alone,my life descends
As your blood is spilled upon my hands

It's always hard to say goodbye
It's always hard to stop the tears
And now my destiny unfolds
A life in constant fears

In times of misery and dark
My mind will fall in pain
The frozen sunsets I will count
Until we someday meet again

Now I know my end is near
But it must come by my own hands
Here is a tale for all to hear
Now lies too within the desert sands

And my quest for glory now it ends
Every war I yearned for promised lands
When I'll walk alone, my life descends
As your blood is spilled upon my hands

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

 

Quaresmal Tolkien #04

Segundo a UNESCO, hoje é o Dia Internacional da Língua Materna, logo, nada mais justo que postar uma banda que cante em uma língua nossa. Poderia ser o português e, por mérito ideológico, até o esperanto, mas nós vamos de quenya, o idioma dos elfos.

Na verdade, só não estou publicando uma em português porque até o presente momento não encontrei uma sequer. Mas algumas surpresas ainda estarão por vir daqui a uns dias, – spoiler: – encontrei uma ONG aqui no Brasil com um projeto de educação para jovens através da música, na qual uma das canções possui uma letra em quenya, já até têm um disco gravado, mas essa história fica para próximos capítulos, aguardem.

Fauskanger-Knowles-01

A música do QT#04 chama-se Silmesse, ou traduzindo: Luz das Estrelas. É um poema musicado, escrito por ninguém menos que o filólogo norueguês Helge Kåre Fauskanger (à esquerda na foto acima), sei que parece só um desconhecido para a maioria [inclusive eu, =P], mas o cara é importante na comunidade tolkieniana, ele escreveu o livro Curso de Quenya - A Mais Bela Língua dos Elfos, além de criar e manter o site Ardalambion, onde pode-se estudar e discutir sobre os diversos idiomas da Terra Média.

Esse poema foi cantado pelo grupo The Fellowship, no álbum In Elven Lands (2006). Aparentemente, essa banda se formou só para a execução deste trabalho, que já teve uma reedição em 2012. Idealizado por Carvin Knowles (à direita), ele criou uma história acerca de um manuscrito perdido, The Tîr Im Psalter, também da sua imaginação mas inspirado nos contos de Tolkien, que serve como elo entre as canções do álbum.

Letra:

Silmesse
Luz das Estrelas

Sinome háran i marya silmesse;
Aqui estou sentado sob a pálida luz das estrelas;
Ilmello sílar tinwi lómesse;
De Ilmen as faíscas estão brilhando na noite;
Cénanten, i telpeva hendi,
Eles me vêem, os olhos prateados,
ve cennente i cuivie Quendi.
quando eles viram os Elfos acordando.
Alasse antar i menelmíri,
Regozije as jóias celestiais dadas [a mim],
laitan mi anvanye líri.
Eu louvo a [eles] nas mais belas canções.
Oiale ná i silme vinya;
Para sempre no novo luar;
tíranyes sí vi Quende minya,
eu os admiro agora como o primeiro Elfo [fez],
vi minya Cuiviéneno
como o primeiro [e único] em Cuiviénen
i cenne cala eleno.
que viu [a] luz de uma estrela.

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #03

WH_Band_2010_pic01

A banda do QT#03 é Wuthering Heights. Grupo dinamarquês que se formou em 1989, chega aqui com mérito, uma vez que, em 1992, trocou o nome da banda para Minas Tirith para gravar um K7 (fita cassete). Antes disso se chamava Angelica e depois, em 1995, Vergelmir. Em 1999, muda de nome pela quarta vez e fica como está até hoje.

"Wuthering Heights" também é um título muito famoso na literatura mundial traduzido no Brasil como "Morro dos Ventos Uivantes", mas ao pé da letra seria algo como "Colina dos Vendavais", algo assim. Apesar de se chamar Morro dos Ventos Uivantes, digo Wuthering Heights, suas letras não fazem alusão ao romance de Emily Brontë, porém pode-se encontrar com frequência referências folclóricas e religiosas e elementos da obra de Tolkien.

Sugestão do Thain [Léo Ferrari], a música escolhida é Longing For The Woods, uma suíte em três partes, as canções trazem elementos medievais e soa bem épico, consegue-se sentir ambientado num conto de Tolkien sem esforço.

Letra: 

Longing For The Woods

Part I - The Wild Children

In their veins still runs the blood of the wild
Deep within their hearts the earliest of songs
In their eyes the light of the first of days
But the road is hidden
And they are so far, so far away

Staring into darkness... Something stirs inside
A longing for something left long ago
Delving into darkness... Cannot stay inside
The moon is young and clear
And the fire is drawing them near

Now the wind calls
A storm from the past
Night falls
And they're longing for the woods
They gather in the shadows
In their eyes a fire light
Warrioes and maidens fair
Binded by a love implied

Now the wind calls...

In the shade I stand and watch them
Like a scene from an ancient dream
Trying hard to awaken the Gods
In the hour of the fall
But it was long ago and it was far away
Will anyone hear the wild children's call

Parte II - The Ring Of Fire

In my veins still runs tha blood of the wild 
Deep within my heart the earliest of songs 
In my eyes the light of the first of days 
But the road is hidden 
And I'm so far, so fara away

Turning another page in the book 
I'm beginning to wonder 
Does it get any better or worse that this

Searching for motiver to stop me from screaming 
Don't know when I awoke 
Just know I was better off dreaming

I am the Wanderer 
I've seen many a shore 
But the road I long the most to go 
Is closed for evermore

Now the wind calls 
A storm from the past 
Night falls 
And I'm longing for the woods

I believe if I found the lost road back 
I would see myself in that ring of fire 
Maybe that's what I fear the most 
For then I am now only a ghost

Now the wind calls...

I left my heart in the woods 
Will it ever be found again

Happy was I then and hopeful 
Trusted in the morning light 
Now the sun warms me no longer 
Though painfully bright

Roaming am I now and lost 
And buried down in the fire 
Could it be lit just one more time 
Then let it be my pyre

Now the wind calls...

Parte III - Herne's Profecy

I met the old man
In the dephts of the woods
He said: I'll show thee a bit of the future
If perchance thou wilt listen

The wanderer:
"The journey it has been so long
Is it the end that we feel drawing nearer
Though we keep learning more
Nothing sseems to get any clearer"

The hunter:
"Man he must search his heart
Though he will not like waht he findeth
I can tell him no truth
That he doth not already know"

"Turn the ghostship around
Climb back into the cradle
At least to die in dignity
Surrender now or be brought home in chains
The motherspirit will conquer all
With or without thee the kingdom shall fall"

The wanderer:
"Can it be done, can the gods be awoken
Can we rewrite the tale, is the cradle not broken"

The hunter:
"Not all the future is equally clear
If may be the end that you feel drawing near
Search in your hearts
If they still hold the truth
The voice from the past is the future
The longing for the woods"

And the old man, lord of the hunters of old
Disappeared in the depths of the woods
Left me with a strange sensation
That maybe one day
Maybe one day

The wind calls
A storm from the past
Night falls
And we are longing for the woods

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.

Quaresmal Tolkien #02

Neste segundo dia de Quaresmal Tolkien teremos música de vídeo-game. O jogo em questão chama-se The Hobbit - The Prelude To The Lord Of The Rings (2003), da Vivendi Universal Games e Sierra Entertainment. Como jogador, você controla Bilbo numa jornada pela Terra-Média, do Condado até a Montanha Solitária – como era de se esperar!

A trilha sonora foi composta por Rod Abernethy, Dave Adams e Jason Graves. E esse não foi o único trabalho deles juntos com trilhas para jogos, a saber: The Sims Bustin' Out (2003), da Electronic Arts e Maxis; Star Wars Trilogy - Apprentice of the Force (2004), da Ubisoft; Prince Of Persia - The Two Thrones (2005), da Promotional Trailers e Ubisoft; entre outros.

hqdefault

Ok, eu teria mais credibilidade se não tivesse mostrado a capa do jogo. Mas apresento-lhe algumas razões para ouvir músicas de vídeo-game: elas são criadas especificamente para, além de ambientar o jogador à temática abordada, mantê-lo focado no objetivo e o fato de, na maioria das vezes, não ter letra só contribui para isso. Geralmente você consegue passar horas sob uma mesma sequência melódica de 30 segundos repetindo sem variação e não se dá conta disso, ou seja, ela não te aborrece ao passo que também te estimula a persistir na tarefa. Uma ótima ferramenta para quem tem problemas de concentração, tente aplicá-la ao estudo ou ao trabalho – já virei a noite várias vezes ao som de trilhas de jogos e funciona melhor do que café pra mim!

Faixas:

1. Prelude
2. Flight of the Dragon
3. A Hobbit's Tale
4. Combat in the Lonelands
5. A Walk in the Shire
6. Lianna's Theme
7. Traveling to Rivendell
8. Dwarves at Work
9. Lost in the Caves
10. Crossing the Bridge
11. Battle in Lake-town
12. Sneaking Through Elvish Halls
13. Working the Mill
14. The Desolation of Smaug
15. The Battle of Five Armies
16. Combat in Mirkwood
17. Lurking Among the Wood-elves
18. Inside the Misty Mountains
19. The Spider Gauntlet
20. The Trolls
21. Beorn Crushes Bolg
22. Smaug Awakens
23. A Hobbit's Tale Reprise

--

Participe do Quaresmal Tolkien, comente nas publicações enviando sua sugestão de músicas pra gente.

Curtam a fan page da TOCA-BA no Facebook e entrem no nosso grupo TOCA-BA | Conselho Branco para receber atualizações desta e de outras programações.